Weekly Shonen Jump

Shueisha Media Guide 2013

Weekly Shonen Jump

Conheça o perfil e quem são os leitores das revistas de mangás da Shueisha

Todo ano é divulgado um balanço com dados atualizados sobre várias revistas de mangás da Shueisha. Mais uma vez a Manga News divulgou a pesquisa com as informações atualizadas de 2013. Pra quem não sabe, o SMG nos mostra vários dados referentes as revistas, como suas tiragens, a faixa etária de cada uma e até mesmo o perfil de seus leitores. Portanto é uma ótima oportunidade para conhecer melhor as revistas e o seu público.

Vou por os dados de cada revista e também um pequeno comentário abaixo de cada uma. Acho que fica melhor assim, porque senão vocês teriam que ficar subindo e descendo toda hora pra dar uma conferida nos dados. Vamos lá!

Revistas com o foco no público masculino

– Shonen Jump: 

564942-onepiece_c676a_001

*Tiragem Média:  2 850 000.
*Sexo dos Leitores:  79,8% masclino e 20,2% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 9 anos (2,6%), entre 10 e 12 (12,2%), entre 13 e 15 (21,3%), entre 16 e 18 (16,3%), entre 19 e 24 (23,1%), entre 25 e 29 (11,3), mais de 30 anos (13,2%).

Comentários: A principal revista da Shueisha e também do Japão realmente possui números bem interessantes. Ao começar pela tiragem, que de longe ganha de qualquer outra revista. 80% do público dela é masculino e apenas 20% é feminino. Esperava um pouco mais de leitoras, já que várias séries estão fazendo bastante sucesso entre as mulheres, vide Kuroko no Basket. O fato é que os principais leitores da revista são adolescentes e jovens adultos, que são tidos com grande importância para a revista, que muitas vezes decide adaptar alguns de seus mangás com o objetivo de alcançar esse público. A Shonen Sunday, por exemplo, possui um público de 10 a 12 anos como o mais importante para ela, e isso é facilmente percebido pelo estilo de protagonistas de algumas séries de cada revista. Esperava também ver um número maior entre os leitores adultos, já que os fãs de One Piece vivem dizendo que o mangá é bastante lido por pessoas mais velhas. Não que seja uma inverdade, mas eu apenas esperava ver um número maior.

– V-Jump:

mvjump4

*Tiragem Média: 295 000.
*Sexo dos Leitores:  92% masculino e 8% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Entre 6 e 8 ans (5,7%), entre 9 e 11 anos (38,7%), Ginasiais (27,3%), Colegiais (9,4%), Universitários (2,3%), Trabalhadores (16,6%).

Comentários: Essa é a revista dos games! Ela possui séries baseadas e derivadas de jogos para vídeo games. Por isso possui um público infantil bem forte, mas também alguns leitores um pouco mais velhos. Essas poucas meninas que compram a revista são, provavelmente, aquelas que adoram games. É bem normal existirem revistas com mangás baseados em games no Japão. Existe inclusive algumas que são todas voltadas para o público feminino as fujoshi pira!. A V-Jump surgiu como uma edição especial da Weekly Shonen Jump.

Saikyo Jump:

saikyo*Tiragem Média: 220 000.
*Faixa etária dos leitores: Entre 6 e 8 anos (28%), entre 9 e 11 anos (58,5%), Ginasiais (11%), Colegiais e outros (2,5%).
Comentários: Saikyo Jump é aquela famosa revista com mangás infantis. Ela possui uma grande tiragem e praticamente todos os seus leitores são crianças. Muitos mangás semelhantes a Pokémon e Digimon são publicados por lá, assim como algumas séries da franquia Yu Gi Oh!. A revista quase sempre vem acompanhada de brindes como chaveiros, straps, cards e outros acessórios. Para ajudar ainda mais na divulgação, a Shueisha costuma quase sempre dar a capa das edições para mangás super famosos da editora, como One Piece, Naruto, Dragon Ball, Toriko e etc.

– Jump Square:

415068*Tiragem Média:  350 000.
*Sexo dos Leitores: 67,5% masculino e 32,5% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 16 anos (31%), entre 17 e 19 (14%), entre 20 e 23 (15,7%), entre 24 e 27 (12,8%), mais de 28 anos (26,4%).
Comentários: A minha revista favorita e também uma das mais importantes da Shueisha. Ela possui uma periodicidade mensal e é conhecida por deixar os mangakás desenvolverem com bastante calma suas histórias, por isso vários de seus títulos demoram bastante para terminar e até mesmo para desenvolver o plot, o que eu acho muito bom, haha. Além de possuir uma das maiores tiragens da Shueisha, a Jump SQ é bem diversificada e foca bastante tanto o público masculino quanto o feminino, que chega a representar 1/3 dos leitores da revista. Ela também possui um grande número de leitores adolescentes, porém é um público mais maduro, por isso várias séries da revista não possuem censura para algumas situações nos seus mangás, como cenas de violência e sangue, diferente da Weekly Shonen Jump.
Vários mangás da Shonen Jump já foram migrados para a Square, como é o caso de D.Gray-man, Rosario, Claymore, Prince of Tennis, entre outros. Além de ser a minha revista favorita, a Jump SQ também tem alguns dos meus títulos favoritos, que são Tegami Bachi e D.Gray-man.

– Jump Square 19:

2742_tolove*Sexo dos Leitores: 91,4% masculino e 8.6% feminino.
Comentários: É uma revista spin-off da Jump Square. Poucas informações foram reveladas sobre ela, apenas descobrimos que ela possui quase uma totalidade de publico masculino. Ela é publicada a cada dois meses e possui vários mangás interessantes e alguns populares, como é o caso de Haganai. Para ajudar a impulsionar as vendas da revista, a Shueisha botou as duas séries mais populares da Jump SQ tendo capítulos especiais com um número de páginas um pouco maior que os de mangás semanais, são elas To LOVEru Darkness e Ao no Exorcist. Ela surgiu devido ao grande sucesso da sua irmã mais velha, a Jump SQ.

– Young Jump:

Young_Jump
*Tiragem Média:  690 000.
*Sexo dos Leitores:  84,6% masculino e 15,4% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 16 anos (4,2%), entre 17 e 19 (13,5%), entre 20 e 23 (21,2%), entre 24 e 27 (25,8%), mais de 28 anos (35,3%).
Comentários: A segunda revista de maior tiragem da Shueisha e uma das principais da editora. A Young Jump é uma revista semanal seinen, mas que também atrai muitos leitores adolescentes e muitas leitoras femininas. É lar de mangás bastante populares, como por exemplo, Terra Formars, Gantz, Kingdom, Real, Rozen Maiden, Zetman, entre outros.

– Ultra Jump:

NEOBK-1467800
*Tiragem Média:  65 000.
*Sexo dos Leitores: 94,8% masculino e 5,2% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 19 anos (29,4%), entre 20 e 24 (25,7%), entre 25 e 29 (23,5%), mais de 30 anos (21,4%).
Comentários: Revista seinen mensal que publica JoJolion, a parte 8 de JoJo’s Bizarre Adventure. Também é publicado outros mangás conhecidos como Jumbor, do autor de Shaman King, Needless, Bastard!!, entre outros. Os maiores consumidores da revista são jovens adultos e adultos, o que é bem normal para as séries que lá são publicadas. Várias delas possuem um forte fanservice e muitas outras são de fantasia. No meio de tudo isso a revista ainda possui pouco mais de 5% de leitoras femininas.

– Jump X (Kai):

Shaman King - Flowers
*Tiragem Média: 34 000.
*Sexo dos Leitores: 69,1% masculino e 30,9% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 19 anos (14,3%), entre 20 e 25 (30,1%), entre 26 e 30 (17,9%), entre 31 e 35 (12;7%), mais de 36 anos (25%).
Comentários: Uma revista bem nova, lançada em 2012, e com o lema de ser ”uma revista de mangá pura, que está além dos limites de sexo e idade”. Ela é mensal e mistura shounen, seinen, shoujo, josei e tudo mais e por isso possui vários leitores de ambos os sexos. A maioria dos leitores são adultos, mas isso não surpreende, já que a revista possui mangás com temas bem livres e diversificados. Sem dúvidas é uma revista que eu gosto muito. Possui inúmeros mangás bastante promissores e também Shaman King – Flowers, que é um dos principais mangás da revista, apesar de existirem títulos mais populares em publicação por lá. Uma pena que a Shueisha não dê tanta atenção assim para um revista cheia de mangás bons e com uma premissa bem bacana.

– Grand Jump:

NEOBK-1466108
*Tiragem Média: 230 000.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 20 anos (3%), entre 21 e 25 (6,6%), entre 26 e 30 (11,2%), entre 31 e 35 (11,6%), entre 36 e 40 (18,6%), entre 41 e 45 (16,2%), entre 46 e 50 (15,5%), mais de 50 (17,3%).
Comentários: Mais uma revista novata da editora. Ela foi lançada no fim de 2011 e é mais uma antologia seinen da Shueisha. Apesar de ser publicada a cada 2 meses,  a revista possui uma grande tiragem. A Grand Jump foi uma junção da Business Jump com a Super Jump. Fica bem claro que o público principal é o de adultos e provavelmente até mesmo vários idosos leiam a revista.

Revistas com o foco no público feminino:

– Ribon:

news_large_ribon201304
*Tiragem Média: 210 000.
*Sexo dos Leitores: 100% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 6 anos (1,3%), entre 6 e 8 (9%), entre 9 e 11 (60%), Ginasiais (23,5%), Colegiais e outras (6,2%).
Comentários: A revista feminina com a menor faixa etária dentre as demais… essa é a Ribon. É bem claro que o público consumidor é quase na totalidade de crianças. Poxa, tem até meninas com menos de 6 anos que compram a revista! Acho isso bastante legal, apesar de imaginar que algumas coisas em seus títulos não devam ser entendidas por várias crianças, hehe.

– Cookie:

news_large_cookie201209
*Tiragem Média: 76 000.
*Sexo dos Leitores: 100% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 15 anos (10%), entre 16 e 20 (26%), entre 21 e 25 (42%), mais de 26 (22%).
Comentários: A Cookie já teve uma tiragem bem maior, assim como também já teve vários leitores masculinos, mas após o hiato de NaNa, tudo isso mudou. A revista podia facilmente ser chamada de Josei, tende em vista que grande parte de seu público é adulto. No entanto, não vejo maiores problemas em classificá-la como uma revista shoujo porque ainda possui um bom número de leitoras adolescentes.

– Margaret:

Neko_to_Watashi_no_Kinyoubi
*Tiragem Média: 70 000.
*Sexo dos Leitores: 0.1% masculino e 99,9% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 13 anos (38%), entre 14 e 16 (34,1%), entre 17 e 19 (14,7%), mais de 20 (13,2%).
Comentários: Fica bem claro que o público adolescente é o principal foco da revista. Chama atenção também os 0,1% da revista são de leitores masculinos, já que seus títulos são muito voltados as mulheres. Esse 0,1% deve ser de parentes homens das mangakás e de alguns tios que compra sem querer a revista, hahaha.

– Betsuma:

tumblr_mddjceCIxN1qamj2ho1_1280
*Tiragem Média: 225 000.
*Sexo dos Leitores: 1% masculino e 99% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 14 anos (21%), entre 15 e 18 (32%), mais de 19 (47%).
Comentários: Eu imaginava uma tiragem muito maior para a revista que é a casa de Kimi ni Todoke, mas ainda assim, uma tiragem de 225 mil é muito grande! A Betsuma é uma revista mensal criada em 1964 e que possui o foco em séries shoujo. Além de Kimi ni Todoke, a revista também publica o meu shoujo favorito: Aoharaido. E era nela que o recém cancelado Orange foi publicado. Ainda não me conformo com o cancelamento de Orange 😦 … mas enfim, a Betsuma tem como principal público as adolescentes. Ainda possui um grande número de leitoras adultas, mas jovens. Só esperava que o público masculino dela fosse maior, já que muitos homens gostam de Kimi ni Todoke, principalmente pelo anime da série.

– The Margaret:

themargaret
*Tiragem Média: 107 000.
*Sexo dos Leitores: 2% masculino e 98% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 12 anos (9,3%), entre 13 e 15 (29,4%), entre 16 e 18 (30,5%), mais de 19 (30,8%).
Comentários: A The Margaret possui uma ótima distribuição no perfil etário dos leitores, tendo desde leitoras crianças até leitoras adultas. O que chama atenção mesmo é que ela é a revista com maior público masculino entre as demais. Só não sei que séries os homens gostam da revista!

– Gekkan You:

Gekkan-you
*Tiragem Média: 350 000.
*Sexo dos Leitores: 100% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 30 anos (15,4%), entre 31 e 34 (10,5%), entre 35 e 39 (14,0%), entre 40 e 44 (15,3), entre 45 e 49 (21%), mais de 50 (23,8%).
Comentários: Essa foi a primeira revista josei do Japão. Ela é também focada praticamente apenas no público adulto e até mesmo no de terceira idade (idosos). Fica claro que a revista continua fazendo bastante sucesso e possui uma tiragem média muito grande, sendo igual a da Jump SQ, por exemplo.

– Office You:

officeyou
*Tiragem Média: 84 000.
*Sexo dos Leitores: 100% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 20 anos (4%), entre 21 e 24 (9%), entre 25 e 29 (20%), entre 30 e 34 (33%), mais de 35 (34%).
Comentários: Podemos chamá-la até de irmã mais nova da Gekkan You, porém possui um público mais jovem, mesmo sem fugir do foco alvo, que é de pessoas 20 a 30 anos. E assim como a Gekkn You, também possui um público 100% feminino.

– Cocohana:

cocohana
*Tiragem Média: 100 000.
*Sexo dos Leitores: 100% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 20 anos (6%), entre 21 e 24 (8,8%), entre 25 e 29 (12,8%), entre 30 e 34 (19,9%), entre 35 e 39 (23,8%), entre 40 e 44 (16,1%), entre 45 et 49 (9,8%), mais de 50 (2,8%).
Comentários: Revista josei criada em 1994. Ela bem recente e tem uma ótima tiragem. Tem um público alvo totalmente adulto e feminino. A Cocohana também possui um mangá da famosa mangaká de Kuragehime, da Kodansha. O nome do título é Kakukaku Shikajika e também é um josei. A série apenas começou e possui até o momento 1 volume. Esse é mais um dos atrativos para as leitores simpatizantes de josei. Pra quem não sabe, o super conhecido mangá Honey and Clover foi publicado na Cocohana.

– Cobalt:

cobalt
*Tiragem Média: 15 000.
*Sexo dos Leitores: 100% feminino.
*Perfil etário dos leitores: Menos de 15 anos (9%), entre 16 e 18 (9,5%), entre 19 e 22 (14,5%), entre 23 e 29 (32%), entre 30 e 34 (11%), entre 35 e 39 (13%), mais de 40 (11%).
Comentários: Não, você leu errado. Não é um Golbat (Pokémon), mas sim a revista Cobalt! NOSSA, QUE PIADA LAMENTÁVEL… Uma revista 100% lida por mulheres e que a gente não consegue afirmar quantas séries da revista são mangás e quantas são light novels. Pois é, a Cobalt possui várias light novels sendo serializadas, além de mangás. Ela foi criada 1976 e possui periodicidade bimestral. É uma revista com foco em shoujos para um público um pouco mais maduro, tendo como principais leitoras as de 20 a 30 anos. Apesar de possuir a menor tiragem entre as demais revistas (15 mil), ela ainda assim é muito importante para a Shueisha e já está consolidada há um bom tempo. Acredito que essa importância venha do fato de ela ser uma das poucas revistas que consegue atrair crianças, adolescentes e adultas ao mesmo tempo, sem falar que ela também publica novels, que é um diferencial bem bacana.

Eaí, o que acharam dos dados? Alguma coisa surpreendeu vocês? Se sair algum media guide da Kodansha, da Shogakukan ou da Kadokawa eu posto aqui também.

facebook_gekkou_gear!!

Curta nossa página no Facebook!

twitter_gekkou_gear!!

Siga-nos no Twitter!

Feed_gekkou_gear

Assine o nosso Feed!

Ask_gekkou_gear

Nos acompanhe no Ask!

To_LOVE

Recruta-se!

hayate2co8pw9

Att, Gekkou Hayate

31 comentários em “Shueisha Media Guide 2013

  1. É nesses momentos que eu vejo que no japão existe mangas para tudo e para todos.
    Caramba, a shonen jump para mim é a imagem dashueisha, mas olhando para essas revistas shoujos e joseis, eu não consigo imaginar que elas tambem sejam da shueisha!

    Curtir

  2. Haganai, não é da Jump Square 19.
    A serie pertence à Media Factory (subsidiaria do grupo Kadokawa) e sua versão mangá é publicada pela revista Comic Alive.

    Talvez voce tenha se expressado mal, pois na JQ19 era publicado uma historia alternativa chamada Boku ha Tomodachi ga Sukunai + (ou Plus, como os gringos fizeram no Scanlator).
    A serie teve apenas 2 volumes, e era feita por outro autor e outro desenhista… nenhum dos 2 eram da serie original feita na Comic Alive.

    Curtir

    • E verdade,comic alive que também e casa de Infinite Stratos,Chaos;Head,Hentai Ouji to Warawanai Neko,Steins;Gate,Senran Kagura,Zero no Tsukaima etc.
      Só que acho que a Média Factory pertence ao grupo Recruit e não a Kadokawa.

      Curtir

      • Media Factory é da Kadokawa Group Holdings, o grupo de investimento comprou a MF no fim de 2011 (em Outubro). Assim, se sagrou o maior dono aquisitivo de Light Novels do Japão. Quase todos os titulos e series pertencem a eles, e no rank anul de mais vendidos (TOP 50 Oricon), mais de 90% dos titulos também é deles.

        Kadokawa G.H. é dono da Kadokawa Shoten, Media Factory, Enterbrain, ASCII Media Works e Fujimi Shobo.

        Curtir

  3. Dá pra ler e entender Shaman King Flowers sem ter lido Shaman King?
    Faz um Top dos mangás da Jump Square Gekkou (se quiser, claro).

    Curtir

    • Acho que da pra entender sim, mas eu recomendo ler antes Shaman King. No Flowers a história se foca em Hana Asakura, filha de Yoh, que se desenvolvendo como shamã.

      Claro! Deixa eu chegar em casa que eu posto aqui, haha o/

      Curtir

  4. Minha favorita entre Shounens e Seinens é a Young Jump, como voce já citou… a casa de Zetman, Gantz, Terra Formars, B Gata H Kei, Kokou no Hito, Liar Game, Elfen Lied, Gokukoku no Brynhildr e Skyhigh.

    Já ente os Shoujos e Joseis, fico com nenhuma, já que neste caso seria mais rentavel comprar volumes fechados dos Shoujos e Joseis que gosto, já que leio tão poucos titulos.
    Mas me diz ai… Orange cancelado?!?!?!?!!
    NNNNNNNNNNNAAAAAAAAAAAAAAAAAAAOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

    • Em Orange não era apenas um hiatus?!?! Li na ChuNan que a autora havia pausado a serie para poder começar um outro titulo… e agora!?!
      Cancelado ou Hiatus?!?! Oh Deus, não deixe que seja cancelado!!!

      Curtir

      • Pois é, ela começou um novo mangá em outra editora, então todos concluímos que ela largou mesmo Orange. Por todos os motivos q já foram ditos por aí, somados ao fato da sua nova série dão a entender que foi cancelado mesmo 😦

        Curtir

  5. Minha revista favorita dos shonens da Shueisha é a Jump Square, pois lá são publicados títulos q gosto mto, como Claymore(S2), Tegami Bachi (a melhor arte da Square), D.Gray-man, etc. Dentre os shoujos, gosto da Cookie (só por causa da NANA) e da Margaret (só por causa de Hana Yori Dango).

    Curtir

  6. Acho que a Margaret era a que mais vendia , pois ela é a revista shoujo que eu mais ouço falar , e aparece vai revistas que nunca ouvi falar que vende mais O.o

    De fato Shaman King Flowers é um grande sucesso na JUMP X , mas queria que fizesse ainda mais sucesso :/

    Curtir

  7. De todas essas antologias de mangás da Shueisha, minha predileção sem sombra de dúvidas é a JUMP SQ, lar de alguns dos mangás que mais gosto como Gate 7; Binbougami Ga!; Tegami Bachi, entre outras e logicamente, a Shonen JUMP!

    Curtir

    • Acho que isso serve como um meio “cala-boca” pra quem fala que Bleach vai mal das pernas. O fato é que o público de Bleach, que começou já adolescente lendo CRESCEU e continuou fã. O foco da Jump, que é galerinha nos seus 13 anos, não curte o estilo do Kubo. Infelizmente a era 2010 pra cima mudou completamente os conceitos da galera. =/

      Curtir

  8. Pingback: Table of Contents – Jump SQ: Edição #11/2013 | Gekkou Gear

  9. Pingback: Circulação das revistas de mangás no Japão entre Julho e Setembro de 2013 | Gekkou Gear

  10. Olá! ~desenterrando um post de 2013~

    Minha revista favorita também é a Jump Square, porque aí eles deixam os autores escreverem com capricho e paciência, sem stress. Dá pra ver bem isso em Tegami Bachi, o ritmo em que a história se desenvolve é muito calmo, calmíssimo, rs. Sem contar que os traços são maravilhosos! Letter Bee é puro amor.

    E sabe né, a pressa é inimiga da perfeição. Quando os autores não tem muita pressão para entregar os manuscritos, geralmente saem ótimas histórias. Btw, seu mangá favorito é Tegami Bachi também? Mesmo pela internet, eu encontrei poucas pessoas que gostassem ou conhecessem a história, mas nunca tinha encontrado alguém que considerasse como “mangá favorito”, assim como eu ^^

    Curtir

    • Eaai, hahahah, capaz n tem problema desenterrar =)

      Pois é, esse é um dos motivos de eu gostar tanto da SQ.

      Tegami tem traços lindos! E, sim, é um dos meus mangos favoritos tb o/. Na vdd tem pouco gnt mesmo. Lá na KIIS Scansubs eu sou responsável pelo mangá. A gente tá lançando ele em BR, apesar de estar num ritmo lento pela falta de gente pra ajudar nele, hehe.

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s